Adolescentes, Família, Içami Tiba, Juventude & Drogas -

Basta ser gostoso que é bom? (por Içami Tiba)

livro; juventude e drogas; içami tiba; drogas; adolescentes; família; educação; integrare

Felicidade é saber superar frustrações, pois não há como satisfazer todos os desejos. E o desejo pelo prazer é muito grande. Ele pode até ser saciado, mas a saciedade aos poucos vai passando, e nós continuamos a desejar mais e mais.
          Prazer corporal qualquer animal pode sentir. Entretanto, o ser humano é o único ser vivo que estabelece uma distinção entre o que é bom e o que é ruim. Por isso, o ser humano sabe que nem tudo o que dá prazer é bom.
          A droga provoca prazer, mas não é boa, pois prejudica o corpo, a mente, a família e a sociedade. Quanto maior o uso, maior o prejuízo. Cada ser humano pode ter maior ou menor resistência à droga, mas ninguém consegue controlar as reações bioquímicas que ela provoca dentro do organismo.

O único controle que qualquer pessoa tem sobre a droga é o de não experimentá-la.

Não se pode confundir prazer químico com felicidade. A droga causa momentos de alegria que desaparecem, dando lugar a um vazio na alma. A felicidade preenche o ser humano, fornecendo-lhe alimento durante os períodos difíceis, valorizando-o pelo que é, e não pelo que não possui naquele momento.

Livro: Juventude & Drogas - Anjos caídos, de Içami Tiba. Editora Integrare. 

livro; juventude e drogas; içami tiba; drogas; adolescentes; família; educação; integrare


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados