Pais e filhos RSS

Educação, Família, Família de Alta Performance, Içami Tiba, Pais e filhos -

Uma brincadeira não acaba quando acaba a vontade de brincar, mas sim quando deixa a casa em ordem como a encontrou antes de brincar. Uma criança que aprende isso, saberá usar um banheiro público e deixá-lo em ordem para o próximo usuário, não importa quem seja. Educar é exigir que as crianças pratiquem o que aprenderam, que guardem seus brinquedos. É no relacionamento a dois, nenê-mamãe, que uma pessoa começa a desenvolver uma atitude de relacionamento com outras pessoas.

Ler mais

comportamento, Educação, Família, Içami Tiba, Pais e filhos, Quem Ama Educa -

É importante que fique claro para a criança que, mesmo que a mãe e o pai reprovem determinadas atitudes dela, o amor que sentem não está em jogo. Para que a criança se sinta amada incondicionalmente, é necessário, acima de tudo, que seja respeitada. O respeito à criança lhe ensina que ela é amada não pelo que faz ou tem, mas pelo simples fato de existir. Sentindo-se amada, ela se sentirá segura para realizar seus desejos. Portanto, deixá-la tentar, errar sem ser julgada, ter seu próprio ritmo, descobrir coisas permitem à criança perceber que consegue realizar algumas conquistas. Falhar não significa uma catástrofe afetiva. Assim, a criança vai desenvolvendo a autoestima, grande responsável por seu crescimento interno, e fortalecendo-se para ser feliz, mesmo que tenha de enfrentar contrariedades.

Ler mais

Adolescentes, Família, Leo Fraiman, Meu filho chegou à adolescência, Pais e filhos -

Se os pais excluem da rotina diária comportamentos, atitudes e palavras do mundo dos adultos, podem acabar perdendo a confiança dos filhos e a autoridade perante eles. Se um pai se veste, fala, conversa e argumenta exatamente no mesmo tom dos amiguinhos dos filhos, como pode esperar que estes lhe deem o devido respeito?

Ler mais

Educação, Içami Tiba, Pais e filhos, Quem Ama Educa -

No que se refere aos estudos, os pais precisam buscar soluções mais eficazes do que simplesmente achar que, por frequentar uma boa escola, o filho estará aprendendo.  Para a criança, talvez isso até seja verdade, mas não necessariamente para o adolescente. A aprendizagem depende do que ele quer aprender, se ele acha gostoso ter conhecimentos. Aprender é como comer. Estudar e comer não são caprichos, mas obrigações. A comida alimenta a saúde física, e o estudo alimenta a saúde social.

 

Ler mais

Leo Fraiman, Meu filho chegou à adolescência, Pais e filhos -

Na adolescência, curtir, se divertir, fazer o que se quer é bom... mas saber equilibrar isso com metas, desafios e cobranças amorosas é melhor ainda. Ao terem pais-amigos, os filhos perdem os pais-pais e as orientações e a inspiração para crescerem.

Ler mais